Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Espelho...

 

Estou velha;

Um pedaço do que fui,

Uma parte de mim mesma...

 

Sou essa imagem presa nesse espelho;

Aquele reflexo nos meus olhos,

A poeira do tempo a passar,

Trazendo esse vento que não tardará a chegar...

 

Já não ando sem cansaço;

Já não paro de tremer,

Ainda aguardo sem pressa,

Esse instante de morrer...

 

Tantos anos se passaram;

Fugiram-me por entre os dedos,

E eu presa nos tormentos,

Nas minhas amarras,

Nos meus medos...

 

Fui feliz mas já esqueci;

Amargura bem trancada,

Por entre aquilo que vivi,

O que sonhei,

O que perdi...

 

E assim Velha imagem;

Que te escondes no meu espelho,

Sei que não és uma miragem,

Sou eu...