Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Em Contramão...

 

Vou pelo caminho em que não me querem;

Pela estrada proibida,

Pelo destino desencontrado,

Que ninguém deseja, implora...

 

Vou no sentido contrário;

De encontro à solidão,

Mas não me sinto solitário,

No meio de tanta confusão...

 

Vou em contramão;

Como quero,

Sozinho,

Procurando uma razão,

Para esse caminho...

 

Só e por vezes acompanhado;

Por mim, pela minha mente,

Não me chega o passado,

O futuro ou o presente...

 

Sou do que ainda não descobri;

Amo o que ainda não conheci,

Sinto falta do que ainda não vi,

Só acredito no que perdi...

 

Sou assim;

Sou meu,

Desse frenesim,

Tão teu...

 

Parto, um dia partirei;

Palavras que não me bastam,

Sentimentos que guardarei,

Mas que não me chegam...

 

Pois vivo em contramão.