Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Diferente

 

Lágrimas que me caem no papel;

Nesse papel tão meu

Nessa mágoa tão minha

Com mel, com fel...

 

Lágrimas que me escorrem pelo rosto;

Pela dor que não tem voz

Pelas nuvens do meu desgosto

E por tantos momentos sós...

 

Lágrimas que me fogem;

Desistindo ausente

No meio dos olhares de sempre

Só porque as gentes têm na mente

O facto de ser diferente...

 

Sou deficiente;

Mas não sou apenas isso.