Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Desilusão!

 

Tenho fome, tenho sede;

Não tenho lágrimas para chorar,

Neste destino que fede,

E no qual deixei de acreditar...

 

Tenho sono, tenho dor;

Dores que não param de gritar,

Dor na alma num ardor,

Que não consigo sufocar...

 

Tenho medos, tenho receios;

Dúvidas e incertezas,

Já perdi os meus anseios,

Neste mar de tristezas...

 

Tenho raiva, tenho espanto;

Frases imperfeitas,

Poesia num pranto,

Entre mágoas não refeitas...

 

E em cada um destes momentos;

Guardados dentro de mim,

Sobra-me esse mundo de tormentos,

Da minha desilusão sem fim.