Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

As Saudades De Marco Silva...

 

Quando vejo o que se passa no Sporting com Francisco Geraldes, Matheus Pereira ou mesmo Podence, assalta-me à mente, as saudades de Marco Silva...

Quanto mais vejo o que está a fazer no Hull, equipa muito fraca, que o esperava sem esperança e que agora joga, sem medo, de olhos levantados contra qualquer um, mais saudades sinto.

Quando vejo as subidas daquele menino, Tymon, lateral esquerdo de 17 anos que Marco lançou sem receio, pois o talento lá estava, imagino o que poderia ele fazer, com a infindável qualidade que estes novos meninos de Alvalade, demonstram a todos, ou quase todos, pois o seu treinador parece duvidar.

O que poderia o antigo treinador do Sporting fazer, com Matheus, com o Chico, com João Palhinha, com o pequeno Podence, com a esperança presa no olhar destes produtos da formação...

Ver o que Marco fez com João Mário, pois foi ele que o lançou, o que retirou de Carillo, naquela que até agora foi a melhor época da sua carreira, o que poderia ter feito com Dier, se não tivesse saído.

O que poderia ser este Sporting, se tivesse um treinador que pensasse mais nestes meninos, no sistema de jogo, na qualidade dos jogadores e da sua evolução em campo, ao invés de pensar nele próprio e naquilo que entende ser o seu insubstituível papel...

Jesus demonstra muitas vezes, que é um homem tacanho, pequenino, de vistas limitadas, centradas naquele umbigo que é o seu.

Como tenho saudades do Marco e como certamente estes meninos poderiam ser diferentes, caso diferente fosse o seu treinador.

 

 

 

Filipe Vaz Correia