Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Angústia...

 

 

 

Palavras ocas;

Na intensa escuridão,

Orelhas moucas,

Maldita solidão,

Dos que sonham,

Sós...

 

Vozes esquecidas;

Lágrimas ensurdecedoras,

Mágoas antigas,

Imagens demolidoras,

Recordando velhas feridas,

Devastadoras...

 

Histórias aprisionadas;

Aprisionando a estranha razão,

Razão desencontrada,

Deste desencontrado coração...

 

Silenciosa amargura;

Expressa em cada linha deste poema,

Outrora ternura,

Desventurado teorema,

Do que um dia foi aventura,

Do que agora é dilema,

Eternamente angústia...

 

Eternamente angústia.

 

 

 

 

O Segredo Dos Deuses!

 

Uma seita, será sempre uma seita.

Ao longo dos anos, muitos foram os esquemas descobertos, envolvendo a IURD e os seus máximos responsáveis, principalmente no Brasil, onde a sua influência vai muito para além dos locais de culto, onde evangelizam, hipnotizam.

Esquemas fraudulentos financeiramente, tráfico de influencia política, escravização de pessoas, desesperadamente entregues a um conjunto mafioso de interesses, que se alimenta dessa intrínseca vontade de conhecer o desconhecido divino...

Enfim um esquema de "pirâmide" sentimental, religiosa.

O novo caso que agora se começa a desvendar, com a reportagem que a TVI irá estrear, " O Segredo Dos Deuses" e que se vai sabendo através de noticias expressas em vários jornais, leva-nos para outro patamar, desta organização criminosa, envolvendo crianças e tráfico humano, enraizado neste nosso Portugal.

Segundo parece, a IURD teria um lar ilegal de Crianças, para onde eram enviadas com ou sem permissão dos seus Pais, através da Segurança Social entre outras organizações, o Lar Universal, e de onde, a partir de catálogos, sim escrevi catálogos, seguiam para o Brasil para serem adoptadas, sequestradas, por Bispos desta mesma organização, entre outras pessoas.

Este caso de uma gravidade desmedida, até porque envolve de forma inexplicável os Tribunais Portugueses, demonstra o quão negligente foi e talvez ainda seja, o sistema de protecção de menores neste nosso País.

Como foi possível à IURD montar este esquema e ninguém o denunciar durante mais de duas décadas?

A série da TVI, serviço público, permitirá chegar ao cerne da questão, colocar nomes nas vitimas, apontar culpados, e certamente desvendar muito do que se passou durante tal período...

De uma coisa estaremos certos:

Esta organização ou seita, não poderá continuar impune, escapando por entre os seus canais de televisão, por entre a vozearia dos seus Bispos, atiçando os fiéis como garante dessa mesma impunidade ou mesmo por entre a lavagem de dinheiro que compra e comprou ao longo do tempo, muitos dos políticos Brasileiros, que sustentaram os seus desejos...

Pelo menos em Portugal, não pode mais ser assim.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

Cinco Vezes, Ronaldo!

 

Mais uma Bola de Ouro para Cristiano Ronaldo...

Cinco vezes, Ronaldo!

A dimensão da sua qualidade, do esforço do seu trabalho, a incrível busca pela perfeita imperfeição de um momento, da inerente e permanente conquista por títulos.

Não sei se Ronaldo será o melhor de todos os tempos, no entanto, se não for ele...

Quem poderá ser?

Reparem que nesta lista, dos que têm mais Bolas de Ouro, encontramos nomes como Rummenigge ou Platini...

Ora vejamos:

Quem terá ganho a Bola de Ouro nas épocas de 85 ou mesmo 86?

Quem?

Platini e Belanov...

Não, não foi Maradona!

A Bola de Ouro, de hoje, tem um valor incalculavelmente diferente, do que tinha há décadas atrás, pois engloba os melhores, não deixando de fora nenhum jogador, seja ele Europeu ou não...

Assim, torna-se fácil imaginar que se as regras de atribuição deste troféu se mantivessem idênticas, aos tempos de outrora...

Provavelmente Cristiano Ronaldo teria Dez bolas de Ouro!!!!!

Dez!!!!!!!!

Por essa razão, na verdade, CR7 a par de Messi, é muito provavelmente o melhor jogador de todos os tempos...

O melhor jogador do mundo.

Indiscutivelmente, o melhor jogador do mundo!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Trumpalhadas Em Jerusalém!

 

Os Estados Unidos anunciaram, através do seu Presidente, Donald Trump, que irão reconhecer Jerusalém como Capital do Estado de Israel...

Trump avançou ainda, que irá mudar a Embaixada Americana de Telavive para Jerusalém, causando estupefacção no mundo, incrédulo perante a imensa estupidez de tal decisão política.

Trump é errante no pensamento, na estratégia, na vulgar forma como se comporta, por entre Tweets e disparates, no entanto, esta atitude poderá mesmo ser aquela que trará maiores consequências negativas, para um mundo carregado de problemas...

O Médio Oriente, terreno fértil de conflitos, há muito que vive num caldeirão em ebulição, pejado de mortes e guerrilhas, de ódios e enganos.

Trump ao tomar esta decisão, retira neutralidade aos Estados Unidos, esvaziando assim, qualquer papel de mediador, que ainda pudesse restar à diplomacia Americana.

O discurso de Donald Trump, utilizando varias vezes a palavra paz, indica mesmo que o Presidente Americano estará longe, protegido pela sua grotesca ignorância, de se aperceber o quão impossível será promove-la, depois de tudo isto.

Jerusalém é Terra Sagrada para três grandes religiões, Cristãos, Muçulmanos e Judeus, Terra Santa que acaba por justificar não só misticismo da questão, assim como, a prudência de todos os políticos,ao longo dos tempos, em relação a esta cidade.

Não me surpreenderia nada, que estas palavras servissem de justificação para uma nova Intifada, a terceira, dando pretextos aos radicais do Hamas, para regressarem à luta armada, sem deixar espaço para futuras negociações de Paz.

Infelizmente para aquela região, parece que a instabilidade regressará, assim, mais intensa do que nunca...

Geostrategicamente este será um imenso tiro no pé dos Estados Unidos, cada vez mais ridicularizado e isolado na Política Mundial...

E assim se explica, se conta, mais uma Trumpalhada do Presidente dos Estados Unidos...

Uma Trumpalhada em Jerusalém.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Quem Está Contra O Leite Com Chocolate?

 

Querem retirar o leite com chocolate das escolas?

Esta ideia, muito saudável certamente, encontra em mim, uma imensa vontade de beber um leite com chocolate, em homenagem à minha infância e honrando aqueles companheiros de uma vida...

Ucal, Cola Cao, Nesquik.

O deputado André Silva, do Partido dos Animais  Natureza, parece agora disposto a empreender esta luta, e eu que até tinha simpatia pela pessoa, querendo roubar a futuras gerações de crianças, o prazer de lanchar um pãozinho com manteiga e um Ucal com chocolate, bem fresco.

Diz o Senhor Deputado:

" Estamos a criar diabéticos..."

Pois se calhar estamos, no entanto, não será demasiadamente redutor acabar com todos os prazeres da vida, em nome de uma vida saudável, mas certamente sem muita graça.

O exagero acaba sempre por limitar a racionalidade com que se discute os assuntos...

A carne de porco tem muita gordura, os doces, são isso mesmo, muito doces, a carne de vaca não é muito aconselhável, o leite com chocolate banido das escolas, as pastilhas fazem mal aos dentes, e o pão...

Maldito pão, que faz mal a quase tudo.

Resta-nos a água e as verduras, por enquanto...

Um dia descobriremos, que também elas são prejudiciais a qualquer coisa.

A mortalidade, este factor que apavora, é o sinonimo desta busca constante pela vulgarização deste conceito, nada contra, do alimento saudável, deixando pouco espaço, quando o discurso é radical, aos prazeres inerentes, ao palato humano...

Ao indecifrável prazer, de beber um belo leite com chocolate.

Por tudo isto e também porque é uma das coisas preferidas do meu sobrinho João, ergo a minha voz, a minha palavra, contra tamanho atentado ao prazer infantil.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Com O Barça É Mais Fácil...

 

Por incrível que pareça, estou mais tranquilo antes deste jogo com o Barcelona, em Camp Nou, do que antes do jogo com o Belenenses...

Parece impossível?

Talvez, mas não é.

A explicação é fácil:

O meu Sporting tem futebol de equipa pequena...

Este Sporting que Jesus idealizou é uma equipa ultra defensiva, construida através de linhas recuadas, sem fio de jogo, quando em posse de bola, tentando esticar o jogo na velocidade de Gelson ou Acuna, buscando incessantemente o erro do adversário.

Este tipo de jogo, quando em confronto com grandes equipas Europeias, ou seja, aquelas que assumem a posse de bola como seu ADN, permite ao Sporting por vezes surpreender, dar a sensação de qualidade...

Uma falsa sensação de qualidade.

No caso do Sporting o contra senso é ainda maior, pormenor que se nota mais na Liga Portuguesa, pela existência do seu ponta de lança:

Bas Dost.

O Holandês tem qualidade, é jogador com perfil goleador, no entanto, as suas características são precisamente as opostas deste sistema táctico, deste perfil de jogo.

Na Liga Portuguesa, onde o Sporting precisa de mandar no jogo, assumir o seu papel de Grande, as dificuldades adensam-se, acabam por desnudar a equipa e mostrar a saciedade as limitações inerentes de um conjunto que se enerva quando não tem espaço para surpreender, para aplicar o contra ataque.

Por essa razão estou mais tranquilo por jogar em Camp Nou, do que estaria por jogar no Restelo ou em Setúbal...

Por todas estas razões se percebe que o Sporting surpreenda em Turim, lute contra o Barça, seja pequeno contra os Grandes da Europa, mas explica também que mantendo o mesmo Chip, intra muros não consiga se mostrar Grande contra os que sendo pequenos, ousam frequentemente se agigantar.

Viva o Sporting!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

O Centeno Na Europa!

Mário Centeno foi eleito, o novo, Presidente do Eurogrupo...

O País em festa, não me parece, mas razões não parecem faltar ao Governo de António Costa, pelo reconhecimento da competência do seu Ministro das Finanças.

Já aqui escrevi, num post anterior, que não acreditava que o Primeiro-Ministro Português arriscasse lançar o nome de Mário Centeno, sem ter garantido um conjunto de votos que lhe permitisse, pelo menos, ter uma noção de favoritismo...

E isso confirmou-se.

Esta eleição de Mário Centeno para o Eurogrupo traz vantagens para Portugal, pois exercendo este cargo, acredito que as hipóteses de entrarmos em qualquer aventura despesista ou descontrolo eleitoralista, estará sempre controlada, não só mas também, pelo novo cargo que ocupará o nosso Ministro das Finanças.

Por outro lado teremos também acesso a plataformas que anteriormente seriam inacessíveis, como por exemplo, a presença do Presidente do Eurogrupo como representante da U.E no G7, permitindo assim uma visibilidade e conhecimento que de outra forma nos eram vedadas.

Permitirá ainda participar de maneira mais intensa nas reformas que certamente existirão na nova arquitectura do Euro e de todo o sistema financeiro Europeu.

Estamos assim perante uma vitória de António Costa e de Mário Centeno, que na minha modesta opinião, é mesmo a peça central deste Governo...

Sem este Ministro da Finanças, tenho muitas dúvidas que esta Geringonça ainda andasse nos trilhos.

 

 

Filipe Vaz Correia

Coração De Papel!

 

  Mágoas a disfarçar;

Fingindo que não são lágrimas,

Essa esperança a secar,

No meu rosto...

 

Neste rosto;

Que carrega a angústia no olhar,

Reflectindo o desgosto,

De um amargurado amar...

 

Que descompassadamente se desvanece;

Desiludidamente se entristece,

Loucamente enlouquece,

Devagarinho desaparece...

 

Lentamente desaparecendo;

Por entre a imensa desilusão,

Que de mansinho se foi escondendo,

Neste triste coração...

 

Neste triste coração de papel.